Newsletter

Inglês: Indispensável para a carreira

12 de julho de 2018

Divulgação Senac-RS

Uma pesquisa realizada pela EF Education First aponta que o nível de domínio do inglês no Brasil é baixo – o País ocupa a 41ª colocação de um ranking de 70 países, conforme a instituição. Ao mesmo tempo, cada vez mais se fala que a língua é um grande diferencial no mercado de trabalho, ou seja, aprender inglês é fundamental. Mas de que forma os conhecimentos do idioma podem ser cobrados no mercado de trabalho? É o que explica a docente Bibiana Quadros, do Senac Três Passos.

Diferenciação no mercado
Segundo Bibiana, a valorização do profissional proficiente em inglês não se restringe às empresas multinacionais: atualmente, empresas nacionais também buscam por profissionais bilíngues para contar com mais qualidade nos serviços. Isso porque diversos materiais informativos e tutoriais são em inglês, além de a língua ser muito utilizada em comercializações internacionais e intercâmbios culturais entre as empresas. “O inglês é muito requisitado, especialmente em áreas como Marketing, Engenharia, TI, Comunicação, Turismo, Finanças, Relações Públicas e nas Ciências, de modo geral”, pontua Bibiana.

Ainda que o profissional não trabalhe em uma empresa que exija conhecimento da língua, dominar o segundo idioma é determinante para quem está em busca de formações além da graduação e de conhecimento, de forma geral. Uma pesquisa realizada pelo Internet World Stats constatou que mais de 45% dos conteúdos produzidos e acessados são em inglês, enquanto todas as outras línguas faladas no mundo dividem o restante da porcentagem. Assim, a proficiência em inglês é indispensável para aqueles profissionais que buscam ascender em suas carreiras. “Existem processos seletivos em que falar outros idiomas é pré-requisito, como seleções para pós-graduações e mestrados. Conhecer inglês também se torna determinante no desempenho profissional, visto que possibilita o acesso a muitos conteúdos que se restringem apenas ao referido idioma”, explica a docente do Senac Três Passos.

Não só no mercado de trabalho o inglês se faz presente. Além de estar presentes em aplicativos e jogos, a maior parte dos conteúdos midiáticos é produzida em inglês, aliás, a produção não se restringe somente a música e entretenimento – os conteúdos acadêmicos e jornalísticos são majoritariamente produzidos na língua inglesa. “Dessa forma, profissionais munidos de proficiência em inglês se tornam, dia após dia, mais requisitados dentro do mercado de trabalho”, reitera a docente.