Notícias

Carlos Barbosa deverá ter Procon até 2019

10 de agosto de 2018

Legenda: Antônio Lavall, Evandro Zibetti, Karen Izidro Battaglia e Daniel Amadio

Articulação liderada pelo Sindilojas Regional Bento resultou em projeto que já está no Plano Plurianual do município e deve sair do papel até o próximo ano

Direitos e deveres dos consumidores é um tema que nunca sai da pauta do Sindilojas Regional Bento. Com braços em 11 municípios da Serra Gaúcha, um deles Carlos Barbosa, a entidade vem trabalhando desde o ano passado para a instalação do Procon na cidade, beneficiando toda comunidade barbosense. O projeto já está no Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura, devendo ser concretizado até o início de 2019.

O alinhamento vem sendo encabeçado pelo presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, que também é vice-presidente da Fecomércio RS. O pedido de ampliação da rede de atendimento do Procon foi feito a Amadio pela diretora do Procon RS, Maria Elizabeth Pereira. A ação se integra ao projeto de interiorização da Federação com o propósito de esclarecer, conscientizar, educar e informar o cidadão sobre seus direitos e deveres enquanto consumidores. “Com o Procon em Carlos Barbosa, a comunidade passará a contar com um órgão capaz de dar todo apoio sobre consumo consciente, esclarecer dúvidas e auxiliar na defesa quando necessário, facilitando o exercício da cidadania”, destaca.

Na tarde desta segunda-feira, 6 de agosto, Amadio esteve mais uma vez reunido com o prefeito de Carlos Barbosa, Evandro Zibetti, com o propósito de agilizar o processo. Zibetti disse que o projeto está previsto no PPA e acredita que até o final deste ano, no máximo início de 2019, o Procon esteja instalado na cidade. A Secretaria de Desenvolvimento Turístico, Indústria e Comércio foi acionada. A secretária Jeneci Mocellin é quem estará acompanhando o andamento dos trabalhos.

Para mostrar a importância do Procon para a cidade, Amadio convidou a coordenadora do Procon Bento Gonçalves, Karen Izidro Battaglia, para relatar a experiência e contar como funciona o atendimento. Também participou do encontro o coordenador de Assuntos Municipais do Procon RS, Antônio Lavall.

Dados de Carlos Barbosa

Com quase 30 mil habitantes (28.091, IBGE 2017), a cidade ocupa o 2º lugar no Rio Grande do Sul e 53º no Brasil em Índice de Desenvolvimento Humano. É 2ª colocada no Ranking de Distribuição de Renda no Brasil segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas que mostra que 93,69% das famílias são das classes A, B e C com rendimentos acima de R$ 1,2 mil mensais. Com índices invejáveis, Carlos Barbosa também lidera a lista de municípios de até 50 mil habitantes na categoria Indicadores Sociais, segundo a Revista Isto É e Austing Rating.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de R$ 66.824,45, sua economia é 69,22% industrial. O Comércio é o segundo colocado com 14,09%, seguido pela agropecuária com 9,31% e Serviços com 7,38%.

Lista de reclamações

Liderando a lista de reclamações do Procon Nacional aparecem as empresas de telefonia celular e fix, seguidas por operadoras de cartão de crédito e produtos novos com defeito. A maior parte das queixas estão relacionadas a cobranças indevidas e abusivas. Os 10 setores com maior índice de reclamação são: telefonia celular, telefonia fixa, cartão de crédito, TV por assinatura, banco comercial, aparelho celular, energia elétrica, financeira, móveis e internet (serviços).