Newsletter

Entrada franca: Espetáculo carioca “A Salto Alto – Entre Gentilezas e Extermínios” é a atração final do 4º Aldeia Sesc Yvy Pitã

14 de agosto de 2018

Foto: Rodrigo Menezes

A quarta edição da Aldeia Sesc Yvy Pitã, que trouxe para a cidade de Santa Rosa apresentações teatrais, musicais, de dança, cinema, artes visuais, shows e oficinas, chega ao fim nesta quarta-feira (15/08). Para fechar a extensa e plural programação, chega ao município uma das celebradas atrações de 2018 do Circuito Nacional Palco Giratório Sesc: o espetáculo circense A Salto Alto – Entre Gentilezas e Extermínios. A apresentação acontece a partir das 20h, na Unijuí (Rodovia RS 344, KM 39, 1100) e tem entrada franca. Outras informações sobre a atuação do Sesc na cidade e região estão disponíveis no site www.sesc-rs.com.br/santa_rosa.

   Para o gerente do Sesc Santa Rosa, Edson Flores de Campos, o resultado final da programação é muito positivo e alcançou o objetivo do Aldeia: integrar e incluir cultural e artisticamente o maior e mais diverso público. “Estamos satisfeitos com tudo que aconteceu. Muitas pessoas participaram, o nível das atrações foi elevadíssimo e pudemos levar as apresentações a públicos variados”, explica ele.

Outro ponto de destaque dessa edição foram as atividades formativas, como as oficinas e intervenções, que aconteceram dentro das escolas e instituições sociais. Quanto ao espetáculo A Salto Alto – Entre Gentilezas e Extermínios, a peça apresentou uma forma de afronta à fábula da Cinderela e teve como principal crítica o consumo desenfreado no cotidiano. Os sete artistas desenvolveram uma apresentação circense ao encontrar uma nova realidade de vida, despedindo-se assim de suas antigas experiências.  A Salto Alto é um espetáculo que abre um questionamento sobre vaidade, cuidados excessivos com o corpo, a necessidade por chamar atenção que causa uma sensação de bem-estar e a fragilidade da moda.

Sobre o Arte Sesc – Cultura por toda parte – Criado pelo Sistema Fecomércio-RS em 2007, o programa reúne todas as atividades culturais desenvolvidas pelo Sesc no Rio Grande do Sul, entre teatro, música, artes plásticas, literatura e cinema. Além de promover uma intensa troca de experiências e ampliar o acesso à produção artística, o Arte Sesc busca ser reconhecido como promotor de ações culturais no Estado, sendo elas não só apresentações artísticas, mas também de caráter formativo e educacional, orientadas por três eixos: transversalidade, diversidade e acessibilidade.

4º Aldeia Sesc Yvy Pitã – Santa Rosa

Até 15 de agosto
Realização: Sistema Fecomércio-Sesc/RS
Apoio: Secretaria de Cultura de Santa Rosa e Unijuí

Programação:

14 de agosto – Terça-feira

Mostra Sesc de Cinema – “Orquestra Invisível Let´s Dance” 
Local: Escola Pedro Meinerz (Rua Pirapó, 190)
Horário: 8h 

Mostra Sesc de Cinema – “A Batalha de São Bráz”
Local: Escola Cruzeiro (Rua Taquino de Oliveira, 171)
Horário: 8h

Oficina de Breaking Dance 
Com Gê do Break de Caxias do Sul
Local: Escola Pedro Meinerz (Rua Pirapó, 190)
Horário: das 8h30 às 10h

Intervenção – Rap é ritmo e poesia 
Com Richard Serraria
Local: Escola Cruzeiro (Rua Taquino de Oliveira, 171)
Horário: das 8h30 às 10h

Mostra Sesc de Cinema – “A Batalha de São Bráz”
Local: Escola Pedro Meinerz (Rua Pirapó, 190)
Horário: 14h

Mostra Sesc de Cinema – “Orquestra Invisível Let´s Dance”
Local: Escola Cruzeiro (Rua Taquino de Oliveira, 171)
Horário: 14h

Intervenção – Rap é ritmo e poesia 
Com Richard Serraria
Local: Escola Pedro Meinerz (Rua Pirapó, 190)
Horário: das 14h30 às 16h

Oficina de Breaking Dance 
Com Gê do Break de Caxias do Sul
Local: Escola Cruzeiro (Rua Taquino de Oliveira, 171)
Horário: das 14h30 às 16h

Show – Vitor Ramil
Local: Unijuí (Rodovia RS 344, KM 39, 1100)
Horário: 20h
Sinopse da atração: Vitor Ramil, compositor, intérprete e escritor, é autor de onze discos, dois songbooks, três romances e um ensaio. O premiado artista tem músicas gravadas por Mercedes Sosa, Milton Nascimento, Jorge Drexler, Ney Matogrosso e com Caetano Veloso e Fito Paez, entre outros. O show reúne canções gravadas ao longo de sua carreira e também de seu trabalho mais recente, Campos Neutrais (2017). No repertório, músicas como: Deixando o Pago, Ramilonga, Campos Neutrais, Labirinto, Estrela, Estrela, Não é Céu. Duração: 60 minutos. Classificação: Livre
Foto: http://www.sesc-rs.com.br/clipping/Vitor-Ramil.jpg
Ingressos: R$ 20,00 Categoria Comércio e Serviços do Cartão Sesc/Senac e meia-entrada; R$ 30,00  Empresários do Comércio com Cartão Sesc/Senac; e R$ 40,00 Comunidade em geral.

15 de agosto – Quarta-feira

Espetáculo Teatral “Dom Quixote”
Grupo Teatral Loucos de Palco
Local: Escola Nossa Senhora de Fátima (Rua João Pedro Timm, 585)
Horário: 10h
Sinopse da atração: A peça conta a história do cavaleiro andante que vive suas aventuras ao lado do inseparável Sancho Pança, enfrentando perigos e inimigos inimagináveis pelas estradas da Catalunha e La Mancha. De tanto ler histórias de cavalaria resolveu aventurar-se pelo mundo na esperança de vivê-las. Este é um dos maiores personagens da literatura mundial e que ganha vida na montagem do Grupo Loucos de Palco.
Atividade será exclusiva para o público da escola.

Oficina de Grafite 
Com Chiquinho Divilas
Local: Escola Cairu (Av. J. Fehlauer, 301)
Horário: 10h e 15h
Público-alvo: Estudantes do magistério da Escola Cairu

Espetáculo Teatral “Dom Quixote” 
Grupo Teatral Loucos de Palco
Local: Escola Paul Harris (Rua Porto Alegre, 126)
Horário: 15h
Atividade será exclusiva para o público da escola.

Espetáculo “A Salto Alto – Entre Gentilezas e Extermínios” – Palco Giratório
Local: Unijuí (Rodovia RS 344, KM 39, 1100)
Horário: 20h
Sinopse da atração: “A Salto Alto – Entre gentilezas e extermínios” do Circo no Ato / RJ, conta a história de sete pessoas que ao terem acesso a uma outra maneira de viver se despem de suas experiências para vestir essa outra realidade. O espetáculo se desenrola a partir desse tensionamento, entre um ambiente formal e refinado e personagens que carregam em sua essência a irreverência de quem tem que reinventar e ressignificar a vida a cada instante. O espetáculo profana a fábula romântica da Cinderela tendo como principal crítica o consumismo desenfreado da nossa sociedade.
Foto: http://www.sesc-rs.com.br/clipping/A-Salto-Alto-Entre-Gentilezas-e-Exterminios-Foto-Rodrigo-Menezes-1.jpg
Entrada franca