Notícias

Em Brasília, dirigentes da Fecomércio-RS entregam propostas do setor na Câmara e Senado Federal

19 de novembro de 2019

Encontro com o deputado federal, Lucas Redecker

De gabinete em gabinete, discutindo propostas, emendas e Projetos de Leis que impactam direta ou indiretamente a rotina das empresas do setor terciário, a manutenção dos empregos e o desenvolvimento da economia, dirigentes da Fecomércio do Rio Grande do Sul percorreram a Câmara e o Senado Federal durante esta terça-feira (19), em Brasília.

Liderados pelo presidente da Federação, Luiz Carlos Bohn, mas com toda a propriedade e conhecimento de causa de empreendedores e dirigentes sindicais de todo o Estado, os vice-presidentes da entidade entregaram ofícios nos gabinetes manifestando a posição quanto a alguns projetos. Entre eles, o PL que permite o trabalho continuado aos domingos e auxílio-creche para algumas categorias, acordado em convenção coletiva, e a PEC 410/2018, que trata da condenação após a segunda instância.

A Reforma Tributária foi outra pauta bastante discutida pelos dirigentes nos gabinetes da Câmara dos Deputados. A Fecomércio-RS defende que uma alteração ampla na forma como as empresas brasileiras recolhem tributos é essencial para elevar a produtividade e, com isso, o crescimento potencial da economia brasileira, beneficiando muito o setor de comércio e serviços.

No Senado Federal, a comitiva gaúcha visitou parlamentares com pautas como o substitutivo que define critérios de cálculo para cobranças de direito autoral por parte do Ecad e a proposta que altera a CLT sobre a contribuição sindical devida pelos agentes ou trabalhadores autônomos, profissionais liberais e pessoas jurídicas.

Sobre a Reforma Fiscal, a Federação manifestou posicionamento favorável às propostas, de autoria do Poder Executivo, que objetivam conferir maior flexibilidade ao orçamento, garantir a sustentabilidade fiscal e promover a descentralização dos recursos.

Veja as fotos do dia no Flickr da Fecomércio-RS: https://bit.ly/2Qy71tO.