Newsletter

Porto Alegre e Canoas recebem Mostra Brazilian Film Festival

20 de novembro de 2019

 As exibições gratuitas acontecem de 20 a 23 de novembro

 

Porto Alegre e Canoas recebem a 10ª edição da Mostra Brazilian Film Festival. Serão sete produções apresentadas em sessões gratuitas de 20 a 23 de novembro, na Cinemateca Paulo Amorim e na Travessa dos Cataventos, na Capital; e no Teatro do Sesc, em Canoas. Trata-se de um projeto da Partners of the Americas, instituição sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover uma melhor compreensão da cultura, política, história, meio ambiente e assuntos sociais brasileiros por meio de filmes com consciência social.

A mostra já foi exibida em Chicago (EUA), São Paulo e Indaiatuba (SP) e chega pela primeira vez à capital gaúcha. Em Canoas, o evento acontece pelo segundo ano consecutivo. A iniciativa tem o apoio do Sesc/RS, da Cinemateca Paulo Amorim, do Instituto Estadual de Cinema do RS (Iecine RS), da Casa de Cultura Mário Quintana e do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Mais informações na unidade Sesc Centro de Porto Alegre (Av. Alberto Bins, 665), por telefone (51) 3284-2000, no site www.sesc-rs.com.br/centro ou na página do Facebook www.facebook.com/sesccentro e no Sesc Canoas por telefone (51) 3456-2013, no site www.sesc-rs.com.br/canoas ou na página do Facebook www.facebook.com/sescanoas. Confira a programação completa abaixo.

Sobre o Arte Sesc – Cultura por toda parteCriado pelo Sistema Fecomércio-RS em 2007, o programa reúne todas as atividades culturais desenvolvidas pelo Sesc no Rio Grande do Sul, entre teatro, música, artes plásticas, literatura e cinema. Além de promover uma intensa troca de experiências e ampliar o acesso à produção artística, o Arte Sesc busca ser reconhecido como promotor de ações culturais no Estado, sendo elas não só apresentações artísticas, mas também de caráter formativo e educacional, orientadas por três eixos: transversalidade, diversidade e acessibilidade.

 

Campanha nacional #EuValorizo mobiliza brasileiros até 30 de novembro:

Segue até 30 de novembro, em todo o Brasil, a campanha #EuValorizo. O abaixo-assinado tem o objetivo respaldar, apoiar e fortalecer a atuação do Serviço Social do Comércio (Sesc), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em todo o Brasil, e de todo Sistema Comércio, composto pela Confederação Nacional do Comércio – CNC, Federações, Sindicatos, Sesc e Senac. O Sistema Comércio faz parte da vida de milhões de brasileiros, seja na oferta de cursos profissionalizantes, nas atrações culturais ou no acesso a ações de saúde e qualidade de vida e na defesa e representação dos empresários com Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Ao assinar o documento, cada brasileiro ajuda a garantir a continuidade de um trabalho que valoriza os trabalhadores do comércio e suas famílias. A petição pública está disponível em todas as Unidades Sesc e Senac, no site da Fecomércio-RS (www.fecomercio-rs.org.br) e também pode ser acessada diretamente pelo link www.valorizaobrasil.com.br/#euapoio.

 

Mostra Brazilian Film Festival em Canoas e Porto Alegre

20/11 (Quarta-feira)

19h30 – Fevereiros

Local: Travessa dos Cataventos (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre)

Gênero/Ano: Documentário / 2019

Diretor: Marcio Debellian         

Duração: 1h13min

Classificação etária: livre

Sinopse: Mangueira é a escola de samba mais popular do Brasil. Em 2016, venceu o Carnaval do Rio com um desfile em homenagem a Maria Bethânia, a diva baiana, que completou 50 anos de carreira e é irmã de Caetano Veloso. O documentário acompanhou a criação deste Carnaval em todas as etapas, desde os primeiros desenhos e ensaios até a construção das alegorias e o desfile vencedor. Além de filmar a escola e os preparativos do barracão, a produção ainda acompanhou a cantora nas festas da Nossa Senhora da Purificação, na Bahia.

IMPORTANTE: Como é um evento ao ar livre, traga sua cadeira. Em caso de chuva, a sessão acontecerá na Cinemateca Paulo Amorim (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre). Após a exibição, haverá debate com Squel Jorgea, porta-bandeira duas vezes campeã do carnaval carioca pela Estação Primeira de Mangueira.

 

 

21/11 (Quinta-feira)

15h30 – Badi

Local: Cinemateca Paulo Amorim (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre)

Gênero/Ano: Documentário / 2018

Diretor: Edu Felistoque

Duração: 1h25min

Classificação etária: livre

Sinopse: Badi Assad é uma cantora, compositora e violonista que se reinventa e caminha do clássico ao pop sem medo. A filha caçula de uma família tradicional de músicos, sua história de vida e carreira é cheia de situações inusitadas. Aqui explora-se todos os lados de Badi, através da família, amigos e fãs que compõem seu entorno.

 

17h15 – Amazonia Groove

Local: Cinemateca Paulo Amorim (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre)

Gênero/Ano: Documentário / 2019

Diretor: Bruno Murtinho         

Duração: 1h24min

Classificação etária: livre

Sinopse: Um retrato aprofundado, um mergulho apaixonado na música regional da Amazônia, especialmente a música característica do Pará. Estruturado por meio da alternação entre as histórias dos músicos tradicionais da região – responsáveis pelo Boi Bumbá e por ritmos tradicionais das localidades – e a invasão da tecnologia que, recentemente, possibilitou o desenvolvimento de gêneros musicais como o “tecnobrega”.

 

19h – Espero a tua (Re) volta

Local: Cinemateca Paulo Amorim (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre)

Gênero/Ano: Documentário / 2019

Diretor: Elza Capai     

Duração: 1h33min

Classificação etária: 14 anos

Sinopse: Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir de 2015 ocupando escolas estaduais no País. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos.

 

 

22/11 (Sexta-feira)

19h – O Filme da Minha Vida

Local: Sesc Canoas (Av. Guilherme Schell, 5340 – Canoas)

Gênero/Ano: Ficção / 2017

Diretor: Selton Mello                       

Duração: 1h52min

Classificação etária: 14 anos

Sinopse: O jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do País de origem. Tony acaba tornando-se professor, e se vê em meio aos conflitos e inexperiências juvenis.

 

Após a exibição haverá debate com Ariani A. G. Friedl, fundadora e diretora da Mostra

 

 

23/11 (Sábado)

16h – Paraiso Perdido

Local: Sesc Canoas (Av. Guilherme Schell, 5340 – Canoas)

Programação: Paraíso Perdido

Gênero/Ano: Drama musical / 2018

Diretora: Monique Gardenberg         

Duração: 1h50min

Classificação etária: 14 anos

Sinopse: Marcada por perdas e desencontros, a família excêntrica de José procura ser feliz enquanto está trancada no Paraíso Perdido, um clube noturno que parou no tempo, onde eles cantam músicas românticas e populares.

 

19h – Benzinho

Local: Sesc Canoas (Av. Guilherme Schell, 5340 – Canoas)

Gênero/Ano: Ficção / 2018

Diretor: Gustavo Pizzi                    

Duração: 1h38min

Classificação etária: 12 nos

Sinopse: Irene e Klaus vivem com seus quatro filhos nos arredores do Rio de Janeiro. O filho adolescente, Fernando, teve uma ótima temporada no handebol e recebe a oportunidade de jogar por um time na Alemanha. Sua partida é um choque para todos da família, mas Irene tem um tempo particularmente difícil para lidar com a separação iminente de seu filho mais velho.