Newsletter

Crédito livre puxa alta de 6,5% no estoque de crédito em 2019

30 de janeiro de 2020

Em dezembro, o estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) teve aumento de 1,6% frente a novembro, e registrou avanço de 6,5% em relação a dezembro de 2018. Com isso, o saldo totaliza R$ 3,5 trilhões, conforme divulgado pelo Banco Central. Como proporção do PIB, o montante total de crédito atingiu 47,8%. Na região Sul, para operações iguais ou superiores a R$ 1 mil, o saldo total de crédito em dezembro foi de R$ 666,7 bilhões, com variação de 1,8% frente ao mês anterior e crescimento de 8,7% na comparação interanual.

As concessões de crédito livre aumentaram 4,4% em dezembro na comparação com novembro, na série com ajuste sazonal. Em relação a dezembro de 2018, as concessões com recursos livres avançaram 22,9%. No ano de 2019, em relação ao ano passado, as concessões cresceram 14,5%, resultado das altas de 12,6% para pessoa jurídica e de 15,2% para pessoa física.

A taxa média de juros para as operações de crédito com recursos livres teve queda de 2,1 p.p. em dezembro, registrando 34,0% a.a.. O resultado teve influência da retração de 2,9 p.p. na taxa às famílias, que marcou 47,3% a.a.. Na taxa às empresas houve queda de 0,8 p.p., que atingiu 16,5% a.a. A inadimplência superior a 90 dias, também para as operações com recursos livres, passou de 3,8% a 3,7% em dezembro, com estabilidade na inadimplência das famílias (5,0%) e queda de 0,3 p.p. na das empresas (2,1%).

Pelo segundo ano consecutivo, o estoque de crédito do sistema financeiro registrou crescimento, com protagonismo do crédito livre, cujo saldo cresceu 14,1%, e redução dos recursos direcionados (-2,4%), com a continuidade da substituição do financiamento público pelo privado. Para 2020, o crédito livre deve seguir crescendo, sendo motor importante da retomada da atividade econômica.