Newsletter

Serviços no RS apresentam nova queda em 2019

13 de fevereiro de 2020

Crédito: iStock

Em dezembro, no Brasil, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE, o volume de serviços variou -0,4% em relação ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. Para o Rio Grande do Sul (RS) houve alta de 0,4% no período. A pesquisa investiga estabelecimentos que tenham, no mínimo, 20 pessoas ocupadas e que possuam a maior parcela de sua renda oriunda da atividade de serviços.

Frente a dezembro de 2018, houve avanço de 1,6% no Brasil, enquanto no Rio Grande do Sul foi registrada baixa de 1,1%. Assim, no acumulado do ano o país registrou alta de 1,0% no volume de serviços, enquanto no estado a variação foi de -1,9%.

Em termos desagregados, no resultado interanual, houve variação negativa em três das cinco atividades contempladas na pesquisa no RS. A atividade de Serviços prestados às famílias (-5,5%) teve a maior queda, seguida por Serviços profissionais, administrativos e complementares (-3,1%), e Serviços de informação e comunicação (-2,4%). Por outro lado, Outros serviços registrou alta de 11,0% e a atividade de Transportes cresceu 1,0%. No país, as maiores altas foram em Serviços de informação e comunicação (3,2%) e Serviços profissionais, administrativos e complementares (2,3%). A atividade de Transportes registrou o recuo, com variação de -1,3%, juntamente com os Serviços prestados às famílias (-3,2%).

Diferentemente do que aconteceu no país, em que os serviços conseguiram registrar alta desde 2018, os serviços no Rio Grande do Sul têm apresentado queda desde 2015. Assim, há cinco anos o setor registra redução frente ao ano anterior e a taxa de queda que vinha recuando, parece, em 12 meses, ter estacionado ao redor de -2,0% ao longo de todo ano de 2019.