Newsletter

Confiança do Comércio ensaia recuperação, aponta sondagem de junho da FGV

29 de junho de 2020

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) teve aumento de 25,2% em junho, passando de 67,4 pontos para 84,4 pontos, na série com ajuste sazonal. Comparativamente a junho de 2019, a variação do ICOM foi de -10,3%, tendo o índice passado dos 66,9 pontos para 87,5 pontos.

O aumento do ICOM na margem teve altas no Índice de Expectativas (IE), que teve variação de 30,8% em junho (87,5 pontos); e no Índice de Situação Atual (ISA), que atingiu os 82,0 pontos, após variação de 18,3%. Na comparação com junho de 2019, o ISA teve queda de 7,1%, enquanto o IE teve retração de 10,8%.

Após despencar em abril, a confiança dos empresários do comércio teve em junho a segunda alta consecutiva. O resultado é positivo na medida que o nível de confiança aumentou sensivelmente. Entretanto, ele recuperou apenas parte da queda e, considerando a probabilidade de novos fechamentos, o grande número de desempregados e a queda da renda, bem como o sempre tumultuado cenário político, não é possível afirmar que este movimento se constitua como uma tendência para os próximos meses.