Newsletter

Confiança do Comércio segue em recuperação gradual no Brasil, aponta FGV

28 de julho de 2020

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) teve aumento de 3,1% em julho, passando de 81,1 pontos para 83,6 pontos, na série com ajuste sazonal. Comparativamente a julho de 2019, a variação do ICOM foi de -10,2%, tendo o índice passado dos 95,9 pontos para 86,1 pontos.

O aumento do ICOM na margem foi influenciado pela alta do Índice de Situação Atual (ISA), que teve variação de 6,4% em julho (83,7 pontos). Já o Índice de Expectativas (IE), que atingiu os 87,1 pontos, ficou relativamente estável ao variar -0,6%. Na comparação com julho de 2019, o ISA teve queda de 2,0%, enquanto o IE teve retração de 16,9%.

O resultado do mês de julho marcou a terceira alta consecutiva da Confiança do Comércio no país, dando seguimento ao processo de recuperação do índice. O desempenho em direções opostas nas avaliações de situação atual e de expectativas denota certa cautela quanto ao ritmo em que se dá a recuperação da confiança. Cabe lembrar que, apesar de positivo, o resultado de julho recupera apenas 65% do que foi perdido em virtude da pandemia e que o cenário é de elevada incerteza e fragilidade no mercado de trabalho, fatores que limitam o ritmo da retomada das vendas.