Newsletter

Vagas temporárias: esteja preparado

20 de novembro de 2020

Divulgação Senac-RS

Docente do Senac EAD dá dicas sobre processo de seleção em meio à pandemia

O final de ano é a época das contratações temporárias, especialmente nos setores do comércio e serviços. Porém, o mundo ainda está no meio da pandemia. Mudou o cenário? As empresas seguem contratando neste período do ano ou “puxaram o freio”? Conforme a docente do curso Técnico em Recursos Humanos do Senac EAD, Eliane Moura, as contratações temporárias continuam acontecendo. “Principalmente na área de alimentos, supermercados e serviços essenciais. No comércio existe uma estimativa otimista, uma vez que o Natal é o período de maior movimentação econômica”. A pesquisa de Empregos Temporários 2020, realizada pela Fecomércio-RS, confirma e aponta que 35,2% das empresas do varejo devem contratar temporários para o fim de ano. Dentre as empresas que irão empregar mão de obra no período, 42,9% delas declararam que há chance de efetivação ao final do contrato. 

Já que a pandemia segue entre nós, os processos de seleção de pessoas mudaram e os profissionais de Recursos Humanos também tiveram que se adequar às novas maneiras de recrutamento. “A tecnologia vem ganhando espaço e é possível fazer todo o processo seletivo de forma on-line, aplicar testes de habilidades e psicológicos, todos virtuais. São desenvolvidos softwares seguros que garantem a fidelidade dos testes, entrevistas por vídeos em que se conhece o candidato podendo avaliar suas formas de se expressar e comunicar”, explica Eliane.

A docente enfatiza que é importante que o profissional de RH esteja familiarizado com a tecnologia e saiba explorar ao máximo os recursos disponíveis. “Ser um bom observador para fazer as análises e ser mais assertivo. Mesmo que o processo de seleção se dê por meio da internet é possível reconhecer as habilidades do candidato e se estão de acordo com as necessidades da vaga. O candidato irá falar das suas experiências que, atenção, devem estar de acordo com o que foi colocado no currículo. As entrevistas devem ser estruturadas e programadas. Agendar com o candidato dia e hora, usar uma ferramenta que seja segura como: Skype, Meet me, Zoom, Microsoft Teams, Jitsi Meet, etc”, disse a especialista.

E para quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho em meio à pandemia? Eliane elencou algumas dicas. Confira:

–  Preparar um currículo com, no máximo, 2 páginas;

– Colocar as experiências que são relevantes para vaga pela qual está se candidatando;

– Informar as formas de contato que acessa com regularidade: telefone celular (WhatsApp, inclusive), endereço de e-mail;

–  Faça uma revisão no texto do CV para que não tenha erros de ortografia e concordância;

–  Quando for participar de uma entrevista via Web, preparar-se antes, arrumar o cenário onde vai estar conectado, cuidar para que não haja ruídos e nem interrupções, testar o som e a conexão;

–  Mostre interesse, pesquise a empresa antes como: seu ramo de atividade, público-alvo, número de profissionais e, principalmente, informar-se sobre missão, visão e valores;

–  Apresentar-se bem, sua imagem faz parte de seu marketing pessoal.