Economia

Após pedidos da Fecomércio-RS e de sindicatos empresariais, comércio poderá abrir no sábado da Páscoa

1 de abril de 2021

Divulgação Fecomércio-RS

Entidade vem tentando sensibilizar o governador quanto à ineficácia das restrições às atividades comerciais

O Governo do Estado atendeu às solicitações da Fecomércio-RS e dos sindicatos empresariais filiados e reconsiderou a posição a respeito do funcionamento do comércio não essencial no fim de semana da Páscoa. Nesta quinta-feira, 1º de abril, o governador Eduardo Leite anunciou que os estabelecimentos poderão abrir no sábado, 03 de abril. A decisão veio após pedido da Fecomércio-RS em reunião com o governador no dia 12 de março, solicitação que foi reforçada em diversas outras oportunidades e formas desde então, alertando o governador quanto à ineficiência da restrição ao comércio no combate à Covid-19. 

A Fecomércio-RS reitera que a limitação das atividades comerciais tem o potencial de causar uma concentração maior de consumidores em um número reduzido de estabelecimentos, portanto os protocolos sanitários devem ser ajustados para ampliar os dias e horários de funcionamento e diluir a circulação de pessoas. Além disso, o comércio tem se empenhado em exigir o cumprimento das medidas de higiene e distanciamento, não sendo o local em que ocorreram as aglomerações que provocaram o agravamento da pandemia.

Em documento enviado nesta quinta-feira, a Fecomércio-RS, a Federasul, 20 deputados estaduais e prefeitos de 103 cidades enfatizaram a urgência de ajuste nos protocolos para permitir a abertura de ambientes que respeitam as medidas de controle da doença, levando em conta o aprendizado após um ano de pandemia. A demanda tem como objetivo evitar concentrações de pessoas e aglomerações clandestinas e prevenir um agravamento da crise econômica que já provoca o fechamento de empresas e a perda de empregos.