Newsletter

CNC pede ao Governo Federal inclusão de trabalhadores do comércio no grupo prioritário de vacinação

19 de março de 2021

Entidades afirmam que comerciantes estão expostos ao vírus ao abastecer a sociedade com produtos indispensáveis

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), juntamente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), enviou solicitação ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que os trabalhadores do comércio sejam incluídos no grupo prioritário de vacinação. Nos ofícios, a CNC e a CNTC ressaltam a importância dos serviços prestados no comércio para fornecer à sociedade bens e serviços indispensáveis durante o combate à pandemia. 

Nos documentos, as entidades alertam que os trabalhadores do setor estão expostos ao vírus, já que, apesar de todos os protocolos sanitários, interagem com o público, tocam em produtos já manuseados pelos clientes e podem se contaminar no transporte a caminho do local de trabalho. Além de representar um risco para os empregados e suas famílias, as empresas precisam administrar os afastamentos por motivo de saúde em um momento em que os negócios passam por dificuldades para se manter. 

Por fim, a CNC e a CNTC reiteram que imunizar os trabalhadores do comércio é um procedimento que poderá colaborar para diminuir os riscos para toda a população que necessita destes serviços. As entidades se colocaram à disposição para contribuir no processo de imunização e em outras ações que possam conter a pandemia.