Notícias

Saiba se comunicar em tempos de home office 

13 de abril de 2021

Divulgação Senac-RS

Especialista dá dicas de uma boa comunicação em reuniões on-line 

O trabalho em casa foi estratégia adotada por 46% das empresas durante a pandemia, segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise Covid-19. O estudo elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA) coletou, em abril de 2020, dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil. Com o trabalho remoto, as plataformas on-line seguem sendo utilizadas como forma de comunicação entre colaboradores e líderes. Portanto, saber se expressar e se comunicar são ações fundamentais durante este período. 

Segundo a docente do curso de Dicção, Desinibição e Oratório do Senac Lajeado Lílian Santin Trema de Castro, é muito mais fácil interpretar uma pessoa quando se escuta e se capta o que ela diz. Entretanto, muita gente possui vergonha de falar em videochamadas ou de mandar áudio, por exemplo. “Essa é uma barreira que precisa ser quebrada, pois é através da fala que nos expressamos. Só assim conseguimos convencer, argumentar, explanar, etc.”, comenta. 

Alguns cuidados básicos, principalmente em uma reunião on-line, são necessários em tempos de home office. De acordo com a docente, quem propõe a reunião precisa ter responsabilidade para coordená-la, organizar a ordem das falas, organizar quando o chat poderá ser utilizado, entre outras coisas. “Se todos falarem ao mesmo tempo, certamente as mensagens não serão compreendidas, por isso é importante que alguém faça essa coordenação”, recomenda. 

A docente também indica que o participante cuide de sua apresentação pessoal, tenha a noção de só abrir o microfone quando puder falar, evitar comer durante as reuniões, não se embalar demasiadamente na cadeira, não mexer em papéis ou objetos barulhentos e, principalmente, treinar a comunicação: “A dicção está muito ligada à maneira que pronunciamos as palavras; a desinibição tem muito a ver com o domínio sobre o que você vai falar; e a oratória é o conjunto de habilidades que farão com que você fale de forma clara e compreensiva”. 

O medo e a preocupação, segundo Lílian, estão presentes em várias situações do cotidiano, incluindo ao se expressar em reuniões profissionais. “Nós não perdemos o medo do dia para a noite, mas, através de treinamentos, temos como controlá-lo e o que está o causando”. A especialista indica conhecer o assunto que está falando e organizar o pensamento em tópicos para não perder o raciocínio. É um conjunto de ações diferenciais na hora da exposição.