Geral

Litoral gaúcho: boas notícias para novas memórias 

6 de janeiro de 2022

Foto Carlos Macedo

O verão, que começou no dia 21 de dezembro, é a época preferida dos comerciantes do litoral gaúcho. É a estação mais quente do ano para o comércio das praias do RS e, se a temporada 2021 não foi a melhor de todos os tempos em razão da pandemia, a de 2022 deverá compensar. Recentemente, a Fecomércio-RS divulgou sua Pesquisa de Férias e a boa notícia é que as intenções de viagens dos gaúchos trazem sinais positivos para este veraneio no RS em relação ao ano anterior. O litoral do RS foi apontado como principal destino dos entrevistados (50,5%) e, entre as praias gaúchas, Torres (23,7%) foi a mais citada seguida por Capão da Canoa (17,2%) e Tramandaí (15,1%).   

Os gaúchos, tradicionalmente, apreciam descansar nas suas praias. Quem foi criado no RS normalmente tem memórias de infância e juventude “na casa da praia”. Não importa se própria ou alugada, de parentes ou amigos, durante aqueles dias é a casa da gente. Amizades de verão, brincadeiras típicas na beira da praia e, em caso de chuva, os jogos de cartas, de mímica. O balanço das redes, o famoso vento nordestão que levanta a areia e “dá laço” nas pernas. O pão que se compra toda manhã no mercado do “seu” fulano, os artigos de praia como o guarda-sol, a canga ou, para os mais velhos, a “planonda” de isopor que todos os anos se adquire nas lojas que sempre têm as novidades de verão para a alegria de todos. Sim, memórias afetivas que são importantes para todos e especialmente para os comerciantes do litoral que das temporadas de verão garantem o sustento do restante do ano. 

Claro que nos últimos anos nosso litoral cresceu. Muitos migraram e a “casa da praia” tornou-se o lar do ano inteiro. Na pandemia, em busca de melhor qualidade de vida e mais espaço nos dias de quarentena várias pessoas foram morar na praia. Cidades como Capão da Canoa, Tramandaí ou Torres são atualmente centros urbanos com infraestrutura de cidade grande e o comércio acompanha esse desenvolvimento.  

Na temporada de férias anterior havia o medo da contaminação que agora foi diminuído significativamente pelo avanço da vacinação. Temos a retomada e a flexibilização das atividades. O cenário é mais otimista neste ano. É por isso que é uma ótima notícia que nossa Pesquisa de Férias traz. Porque renova esperanças de um veraneio com muitas oportunidades para os comerciantes do litoral gaúcho, apesar da inflação que limita orçamentos das famílias. Afinal, novas memórias afetivas estão sendo construídas.