Sindical

Sindilojas Regional Bento cria e-book sobre tele-entrega para fomentar vendas

2 de março de 2021

Este é o sétimo livro digital lançado pela entidade para ajudar associados

Em tempos de Bandeira Preta, muitas são as restrições impostas para o varejo diante da crítica situação gerada pela pandemia do coronavírus. Mesmo consciente de que a disseminação do vírus não acontece no comércio, que tem seguido à risca os protocolos de segurança, o Sindilojas Regional Bento acaba de lançar seu sétimo e-Book, desta vez focado na ‘Tele-entrega na Bandeira Preta’. Essa é mais uma ferramenta desenvolvida para dar suporte aos associados no sentido de não deixar que as vendas parem.

O tradicional delivery é uma estratégia muito atrativa para quem quer garantir boas receitas. Neste caso, a concorrência é gigante, o que requer muita tática para conquistar e fidelizar clientes. Foi assim que a entidade reuniu dicas importantes a serem observadas na hora de adotar esta prática. Com este, já são sete e-Books desde que a Covid-19 se instalou no país.

O livro digital, com 17 páginas, é simples, didático e objetivo, com fácil interpretação. O conteúdo foi pensado para ser útil a diversos segmentos como vestuário, calçados, materiais de construção, supermercados, farmácias, brinquedos, eletrodomésticos, restaurantes, floriculturas, presentes, entre outros. Disponibilizado de forma gratuita às empresas associadas, assim como os outros seis criados durante a pandemia, o e-Book fortalece a necessidade de adotar estratégias para o uso da ferramenta.

O presidente da entidade, Daniel Amadio, explica que foi preciso se reinventar, buscando soluções mais práticas e de rápido entendimento e aplicação, para ajudar as empresas a enfrentar o momento vivido. “Não temos outra saída, uma vez que o momento só permite a tele entrega. E o varejo não pode parar. Então, vamos fazer da melhor forma possível”, destaca.

O e-Book já foi enviado a todos os associados, assim como os demais que seguem à disposição das empresas no site www.sindilojasbg.com.br, na seção Covid-19.